|

O concurso – Parte 1

Tudo começou lá pra outubro de 2008, quando vi, pela primeira vez, o edital do concurso pra Oficial de Chancelaria do MRE.

Foi amor a primeira vista. O edital parecia defeituoso, até. Tinha português, inglês, direito administrativo, contabilidade, raciocínio lógico e informática.

A parte estranha do edital era o peso dado a português e inglês. Seriam 25 questões de português, 25 de inglês, 10 de direito administrativo, 5 de contabilidade, 5 de raciocínio lógico e 10 de informática.

A organizadora foi a FCC, que usa o desvio padrão pra massacrar, digo, testar os candidatos.

Depois que eu vi que era aquilo mesmo, resolvi me preparar bem pro concurso. Me matriculei no Vestconcursos, e comecei a estudar do jeito que sempre tinha estudado. Ou seja, lendo livros e assistindo aulas. Tudo sem muita técnica ou cuidado.

Até que ouvi uma palestra no cursinho. Um dos coordenadores disse que o ideal pra estudar é pegar provas antigas da organizadora e sair fazendo prova sem parar.

Claro que ele não falou exatamente assim. O método dele é um pouco mais científico. Envolve responder cada pergunta pesquisando nos livros e marcando as questões que caem mais e onde as respostas podem ser encontradas com mais facilidade.

Mas eu não sou muito científica, então segui meu próprio método.

Peguei centenas de provas em sites como Questões Comentadas, PCI Concursos e Folha Dirigida, além de buscar provas no próprio site da FCC.

Fiz tanta prova que comecei a saber as respostas antes de terminar de ler a pergunta. As questões se repetem e a gente acaba decorando e aprendendo o que a banca quer.

Eu costumava imprimir as provas e pegava todo tempo livre pra resolvê-las, e acabou virando uma diversão (sério!) fazer isso.

Além das provas, também fiz o cursinho, como já disse. As aulas de contabilidade geral foram bem chatinhas. Muitos estavam apavorados com a matéria, mesmo que só fossem cair poucas questões.

Tivemos aulas incríveis de português (gramática) e não tão incríveis de português (texto).

As de inglês foram terríveis, e agradeço a alguns colegas que me convenceram a buscar aulas de inglês na English Classroom.

As aulas de contabilidade pública, mais especificamente, AFO (administração financeira e orçamentária), foram muito boas mesmo.

Terminado o cursinho, uma semana antes da prova, resolvi fazer o curso de inglês na English Classroom. O curso, de uma semana, foi voltado para a produção de texto e me ajudou muito.

Terminado o cursinho e o curso de inglês, esgotadas as provas, me restou fazer mais uma prova, a definitiva.

Dia 8 de fevereiro, lá vou eu fazer a tal da prova…

Tags: , , , , ,

5 Responses for “O concurso – Parte 1”

  1. Angelica says:

    Cláudia
    Adorei seu relato. Mas, com relação ao inglês, você já tinha um bom nível para fazer somente uns dias de reforço de inglês, não é? Você aconselha esse curso que você cita? Eles são consultoria, curso presencial ou online?
    Obrigada pelas informações.

  2. claudia says:

    Sim, eu já tinha uma boa base de inglês. O curso que fiz um pouco antes das provas foi voltado para redação e somente isso. Nada de gramática, ou interpretação de texto.

  3. Rodrigo says:

    Olá Claudia,

    Desculpe-me se a pergunta parecer boba,mas eu já li e reli zilhões de vezes e ainda não ficou muito claro pra mim. Será que vc poderia dar mais alguns detalhes do método indicado por um dos coordenadores do cursinho ?

    ”Envolve responder cada pergunta pesquisando nos livros e marcando as questões que caem mais e onde as respostas podem ser encontradas com mais facilidade.”

    ”Bom, ele cata provas das matérias que vão cair, da mesma banca. Daí ele pega os livros dele e vai respondendo às questões e anotando nos livros. Tipo: O futuro cargo da Claudia é ofchan: V ou F.
    Daí ele vai no Livro do Destino, na página 42, e vê que a resposta é V. Ele anota no livro que ele viu essa pergunta na prova X, do Cespe. E anota a resposta correta na prova, colocando do lado o livro onde a resposta se encontra, e a página.”

    Catar as provas da mesma banca, beleza. Mas Que livros são esses ?

    Aliás, obrigado pelo blog, encontrei muitas informações valiosas por aqui 🙂

    Abraço!

  4. claudia says:

    Qualquer livro que vc esteja usando para estudar. Vc procura as respostas das provas nos livros de estudo.

  5. Fernanda says:

    Oi

    Gostei muito do seu artigo no seu blog.

    Abraços!

Leave a Reply